fbpx

Tipos de solo: descubra qual é o ideal para o seu projeto

Tipos de solo - pá fincada na terra
Foto por Lukas/Pexels

Quer construir o imóvel dos seus sonhos? Pois saiba que a escolha do terreno é um dos passos mais importantes para essa realização. Pensar nos aspectos físicos dele, também, é essencial para construir seu imóvel da maneira que você deseja. Sendo assim, descobrir sobre os tipos de solo de um terreno é fundamental.

Então, fique atento aos tipos de solo que apresentaremos aqui. Assim você saberá qual é o ideal para o seu projeto. Confira!

 

Por que descobrir os tipos de solo é tão importante? 

Sem o estudo adequado do solo, o alicerce de uma construção pode ser feito de maneira equivocada. Logo, as chances de se ter problemas graves no futuro, ou até mesmo durante a construção, são imensas. 

Seja como for, não podemos esquecer que o solo sustentará o peso do imóvel e determinará alguns aspectos do projeto. Por isso, considerar o quanto de pressão ele pode aguentar, por exemplo, é indispensável.

 

Quais são os tipos de solo utilizados na construção civil? 

A maioria dos solos apresentam composições variadas. Por esse motivo, dificilmente daria pra dizer que um determinado solo é formado por um único tipo específico.

Ainda assim, para efeitos práticos de uma construção, eles costumam ser divididos em três grupos. Abaixo falaremos sobre cada um deles.

Solo Arenoso

Os solos arenosos, como o nome já sugere, são aqueles predominantemente compostos por areia. Sendo assim, entre os tipos de solo, ele é o mais permeável. Isso quer dizer que a água, o ar, a luz, entre outros, o atravessa com facilidade. 

Ou seja, solos arenosos pedem fundações mais profundas. Para garantir a segurança do imóvel a ser construído, elas também costumam ser de aço ou concreto armado. 

Solo Argiloso

O mais comum no Brasil, o solo argiloso se comporta de maneira oposta ao solo arenoso. Usado na fabricação de tijolos, telhas e azulejos, ele é pouco permeável. Além disso, como possui partículas pequenas, quando hidratado tende a ficar muito compactado.

Aqui as fundações costumam ser mais rasas, mas, claro, isso pode ter suas variações. Ainda assim, o uso de estacas também pode ser recomendado. 

Solo Siltoso

Visto que o solo siltoso tem partículas pequenas, mas não com o mesmo poder de união que as da argila, ele pode ser considerado um solo intermediário. Não tão atraente para construções, é necessário fazer uma investigação prévia para analisar a viabilidade no terreno em questão. 

Normalmente, para a sua fundação, são usadas estacas mais profundas. Elas ajudam a evitar problemas com a movimentação do solo.

Como você viu, os tipos de solo interferem diretamente na construção. Por isso, leve em consideração as informações apresentadas e escolha o ideal para seu projeto! Se você curtiu este artigo, acompanhe outras novidades do nosso blog acessando a newsletter gratuitamente através do formulário abaixo.