fbpx

Palateia: o paraíso das ostras na Barra de São Miguel

Descubra a Palateia, um dos santuários ecológicos de Alagoas!

Jangada na Palateia, lagoa do Roteiro Barra de São Miguel

Foto: Reprodução

A Vila Palateia, situada na Barra de São Miguel, é uma área preservada de Mata Atlântica. O local possui aproximadamente 750 hectares de paisagem natural. Apesar de estar ao lado de locais badalados como a Praia do Gunga e Praia do Francês, que são conhecidos pelas barreiras de corais e piscinas naturais, a Palateia tem charme e encanto únicos, que impressionam pela diversidade de suas fauna e flora.

Além da vasta vegetação, o local também possui um imenso mangue, onde é possível fazer um passeio incrível e encontrar um criatório de ostras, que é considerado o maior do Estado. Bateu curiosidade? Então vem conhecer esse lugar maravilhoso do litoral Sul de Alagoas, que além de lindo é repleto de vida!

 

O Passeio

Passeio pela vila Palateia, na Barra de São Miguel

Foto: Kaio Fragoso/Sedetur

O passeio é repleto de natureza, e durante o percurso é possível encontrar diversas espécies de pássaros e caranguejos. Entretanto, o que mais fascina é o fato de existirem três tipos de mangues diferentes na área: lama preta, vermelha e branca.

Realizar uma travessia no manguezal é uma experiência incrível. O local reserva um riquíssimo ecossistema, que possui solo rico em nutrientes essenciais ao cultivo. Pelo fato de ser uma área de preservação ambiental, sua fauna e flora são protegidas por lei. Entretanto, o cultivo regulamentado de ostras garante a subsistência de muitas famílias da área.

 

Como chegar

Bruna Marquezine na Vila Palateia, Barra de São Miguel

Foto: Reprodução

Com uma distância pequena entre a Palateia e a Lagoa do Roteiro, o acesso a Vila é feito de duas formas: de barco, onde os guias conduzem os turistas até o centro do local ou de carro, pela estrada de barro que fica 5km após a entrada principal da Barra de São Miguel.

Na Vila Palateia, os moradores que cultivam ostras vivem em casas de taipa e andam descalços ou com chinelos. O  horário de trabalho é definido pelo relógio da maré: quando ela está baixa, os moradores entram na lagoa e começam a separar as ostras. O interessante do passeio é que, além de ter o contato com a mesmo com diversos locais para visitar, ele é feito sem um roteiro definido. Por isso, não é raro de os visitantes conversarem com os moradores nas portas de suas casas e almoçar por lá mesmo.

 

Ostras na Lagoa do Roteiro

Ostras da Vila Palateia, Barra de São Miguel

Foto: Viagem e Turismo/Reprodução

Entretanto, o passeio também vai até as margens da Lagoa do Roteiro. No caminho até a canoa, se pode ver caranguejos andando pela lama. Porém, o melhor do passeio é quando a canoa para perto de alguma das mesas de cultivo. Além disso, os moradores servem ostras com limão e mel de própolis, outro produto pelo qual a vila é conhecida. E é assim que o passeio termina: com ostras frescas no meio da lagoa. Incrível, né?

 

Contatos

O passeio pode ser feito pelas empresa Aventura Ecobrasil (82 98807-6968) ou com a empresa Gato do Mato Expedições (82) 9992-6111 / (82) 8815-3078. A aventura dura cerca de três horas e os preços variam entre R$ 100 e R$ 140.


Gostou de conhecer a Palateia e toda a sua riqueza natural? Caso tenha curtido, não perca a oportunidade de visitar! Aproveite para conferir nossos posts sobre outros passeios que você pode fazer na Barra de São Miguel. Além disso,  conheça o loteamento AltaVistta. Ele está a poucos metros de todas as belezas que o litoral Sul do estado de Alagoas pode proporcionar. Tudo isso a um excelente custo-benefício.