Estação de tratamento de esgoto: você sabe como funciona?

Você sabia que é considerado esgoto qualquer despejo líquido de natureza industrial ou residencial? E, é claro, onde tem despejo, pode haver poluição hídrica. Por isso, para mitigar os impactos ambientais, existe a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), que é o tema do nosso texto.

Três etapas principais e uma última pouco usada no Brasil. Conheça a partir de agora como funciona uma Estação de Tratamento de Esgoto e descubra a sua importância para o meio ambiente. Veja abaixo!

 

Tratamento preliminar

O tratamento começa na etapa preliminar para a retirada das impurezas maiores. Esse início pode ser divido em 3 partes: gradeamento, desarenador e caixa de gordura. 

No gradeamento, a sujeira é retida por grades, como o nome sugere. Já o desarenador é onde se separa a maior parte da areia, por meio do processo de decantação.

Por fim, por se tratar de uma substância menos densa, a gordura fica boiando em uma caixa, onde é feita a retirada. Nessa etapa, o esgoto atinge a porcentagem de 30% tratado.

 

Tratamento primário

Uma estratégia comum no tratamento primário é a do uso de decantadores ou flotadores para a separação das impurezas. A diferença entre os dois métodos é que, enquanto no primeiro a sujeira vai para o fundo, no segundo, ela sobe ou é estimulada a subir.

Isso se dá por dois motivos: na decantação, os resíduos separados têm densidade maior que o líquido e, por isso, vão para o fundo. Por outro lado, na flotação, as impurezas flutuam por ter densidade menor (naturalmente ou por conta da injeção de ar).

 

Tratamento secundário

Nesta etapa, é a vez do tratamento biológico, que pode ser anaeróbico ou não. Em alguns casos, é usado o Biodigestor, no qual os microrganismos anaeróbicos agem no esgoto, quebrando moléculas maiores e transformando-as em menores.

No processo de tratamento de esgoto, essa etapa é muito importante e interessante. É neste ponto que é possível obter, entre vários gases, o metano, também conhecido como biogás. Se reaproveitado, no processo de queima, é possível produzir energia elétrica a partir dele.

Por fim, o líquido passa por um biofiltro, atingindo a porcentagem de 90% tratado.

 

Tratamento terciário

Esta é a limpeza final. Os microrganismos que sobreviveram ao processo são eliminados aqui. Para isso, nesta última etapa do tratamento, é usado cloro ou luz ultravioleta. Apesar de muito eficaz, esse método ainda é pouco difundido no Brasil, mesmo nas indústrias.

A partir dessa etapa, o esgoto tratado pode ser despejado no meio ambiente sem grandes problemas e impactos ambientais.

Como visto, o processo de tratamento de esgoto passa por etapas muito importantes para o controle e diminuição dos impactos ambientais. E não são apenas as indústrias que precisam se preocupar com os líquidos despejados na natureza. 

 

As regiões com empreendimentos habitacionais também precisam se preocupar com o saneamento básico e investir, caso não haja, em uma Estação de Tratamento de Esgoto própria. Esse é o caso do AltaVistta, onde o meio ambiente vem em primeiro lugar.

Já pensou em viver no litoral sul alagoano? Conheça mais características do nosso AltaVistta e venha morar próximo às mais belas praias de Alagoas, a alguns minutos de carro do centro de Maceió.